Quarto sem armário: dicas práticas para organizar


Quarto sem armário: dicas práticas para organizar

(Foto: Pinterest)

Já pensou ter espaço para organizar mesmo sem um guarda-roupa? Essa é uma tendência possível que você vai se arrepender de não ter descoberto antes. Vem atualizar o seu conceito de quarto ;)



  1. Faça o ciclo da organização
  2. Pendure suas roupas
  3. Organize as roupas dobradas
  4. Reserve espaço para cada tipo de acessório
  5. Opte por uma sapateira
  6. Utilize cestos e colmeias
  7. Monte um closet aramado
O quarto é o ambiente em que recarregamos as nossas energias após um dia inteiro e também onde nos preparamos para o próximo. Por isso, evitar a poluição visual, ter um cenário agradável e com espaço para organizar mesmo sem guarda-roupas é uma tendência possível.
Ei, não vai perder essas dicas incríveis para mudar seu quarto, né? Se você tem pouco tempo para ler, clique nos passos do nosso sumário para uma visualização mais rápida do conteúdo. ;)

Além de proporcionar mais praticidade no dia-a-dia, um quarto organizado permite que você economize tempo e até ouse nas suas composições - se antes você precisava abrir o guarda-roupas para procurar itens, ter as peças de roupas e sapatos à vista poderá florescer a sua criatividade.
Por isso, selecionamos as melhores dicas para você que deseja atualizar o seu conceito de quarto:

1. Faça o ciclo da organização

Organizar roupas e sapatos fora do guarda-roupa faz com que as peças durem mais, ficando sempre ventiladas e evitando mofo, porém também é necessário ter alguns cuidados para que o ambiente não se transforme em uma verdadeira zona de guerra.
Seguir o método “Usou, Guardou” é essencial para manter a organização em dia - afinal, você não terá portas para esconder a bagunça. Recomendamos também que você aproveite o momento para limpar os itens, como casacos e sapatos, tirar a poeira e hidratar as peças de couro.
De uma maneira geral, você precisará cumprir o ciclo:
• Planejar: definir objetivos de organização priorizando que o ambiente permaneça limpo, arejado, prático e funcional. Para isso, você deverá refletir sobre as melhores maneiras de organizar cada coisa, considerando onde precisam estar para facilitar a utilização;
• Descartar: vamos recorrer ao famoso método KonMari, afinal, toda organização de sucesso deve começar pelo descarte. Reflita sobre todos os objetos e seja consistente na hora de manter somente o que te faz feliz e é necessário no seu dia-a-dia - depois, redirecione para as caixinhas de doação e lixo ou reorganize;
• Categorizar: ao agrupar as peças e objetos semelhantes, você poderá fazer uma revisão sobre o descarte e conferir se não manteve algo que você tenha em excesso. Além disso, manter tudo junto vai moldar, aos poucos, o tamanho médio do organizador que precisa e o tipo de arrumação adequada (ex.: roupas dobradas x roupas penduradas).

2. Pendure suas roupas



Da lavanderia para o quarto, você pode contar com araras, mancebos, cabideiros e suportes para manter as roupas mais delicadas bem estruturadas. Além de evitar que o tecido amasse e aproveitar melhor o espaço, com os organizadores as peças ficarão sempre à mão e à vista, oferecendo uma visualização mais ampla do vestuário disponível.


Dessa forma, você poderá enxergar combinações que não tinha pensado antes e até ousar nas composições, tirando melhor proveito das suas roupas, sapatos e acessórios.

3. Organize as roupas dobradas



Enquanto as roupas mencionadas na dica acima devem ser penduradas, outros tipos de peças ficam melhores dobradas. Além de utilizar o método correto, você precisa planejar o melhor organizador de acordo com seu estilo de vida e sua personalidade.
Utilize nichos, gaveteiros, prateleiras ou estantes multiuso:



4. Reserve espaços para cada tipo de acessório

Para encontrar o organizador ideal, é imprescindível que você siga a regra de categorização. Enquanto bolsas e chapéus podem ser pendurados, óculos de sol, bijuteria e relógios devem ser acomodados em caixinhas, suportes específicos ou divisórias para gaveta - agrupe itens que tem mais ou menos o mesmo tamanho para facilitar esse processo.


5. Opte por uma sapateira

Após descartar e manter apenas os sapatos que você realmente usa, que têm a ver com a sua personalidade e estão em bom estado, é preciso alinhar a real necessidade ao espaço disponível para armazenamento. Com os pares contabilizados e a análise dos seus hábitos diários, você conseguirá decidir qual é a sapateira mais adequada.
Os modelos de sapateiras suspensas são ideais para quem deseja sapatos sempre à mão e evitam que os pares fiquem empilhados e amassados. Versáteis, elas ainda podem ser instaladas na parede para criar um efeito decorativo interessante ou encaixadas atrás da porta para uma organização discreta.
Já para quem deseja organizar sem ocupar muito espaço, as sapateiras deslizantes podem ser inseridas em espaços inusitados - embaixo de prateleiras revestidas com colchonetes e almofadas, ainda é possível criar um cantinho de leitura inspirado nas famosas “Bay Windows” americanas.

(Foto: Blog Tu Organizas)

Outra opção é a sapateira expansível, que pode ser ajustada conforme a necessidade. Vendidas em kits ou avulsas, as unidades podem ser empilhadas umas em cima das outras para aumentar o organizador.


6. Aposte em cestos e colmeias

Calma, suas roupas íntimas e meias também merecem um lugar especial. Com as colméias, você conseguirá manter as peças de roupa mais delicadas e também lingerie em ordem de uma forma muito prática.
Existem modelos com tampas, em tecido, com estrutura desmontável ou até mesmo em acrílico e plástico. Você só precisa analisar qual é a melhor escolha para a sua organização.
Dica: apesar de existirem organizadores especiais para cintos, gravatas e lenços, você também pode aproveitar as divisórias para manter cada peça separada.


Outras opções são ainda desmontáveis, dobráveis, possuem alça etc. Esses modelos possuem dimensões maiores e tornam a utilização do ambiente mais prática - contribuindo para a separação de roupas sujas e limpas ou para acomodar livros e outros objetos, por exemplo.



7. Monte seu closet em aramado

Ventilado ou aramado, pode chamar como quiser, mas esse é o “armário” mais prático, estiloso e versátil para quem não quer um guarda-roupa. Depois de planejar, descartar e categorizar, você pode montar o seu closet com prateleiras, sapateiras, módulos e gavetas como quiser - e ainda tem a possibilidade de que a organização fique completamente diferente quando enjoar do cenário, basta mover as peças.
Além de serem fáceis de instalar, as peças combinam com qualquer estilo e garantem que o vestuário fique à vista para você escolher entre todas as opções - chega de usar só as blusinhas que ficam por cima, né?
Também evita que as roupas mofem, ocupa menos espaço e você pode mudar a disposição das peças sempre que quiser renovar a organização.


Além de comprar os kits prontinhos, é possível selecionar os itens a dedo para montar um closet totalmente personalizado (+) confira aqui.

Dicas anotadas?

Quando você arruma suas coisas e consegue manter os ambientes em ordem sem muito esforço, significa que você alcançou a #organização ideal pra você - sim, cada pessoa tem um jeito próprio de arrumar.
Organização eficiente é resultado de um montão de testes e experimentos e para saber se você finalmente conseguiu, basta analisar: seu dia-a-dia ficou mais prático e sobra mais tempo para gastar com o que você gosta? Sem falar que acertar na roupa gera autoconfiança e dá um empurrãozinho na autoestima pra correr atrás dos nossos sonhos.
Mas vamos ter que te contar um segredinho… quando a gente muda, a organização também muda com a gente. Então, fique sempre atenta aos seus hábitos para fazer as alterações necessárias com o passar do tempo. ;)

Comentários