Como organizar e decorar uma cozinha pequena


Como organizar e decorar uma cozinha pequena


Que tal decorar e organizar a sua cozinha pequena ao mesmo tempo? O seu sonho pode se tornar realidade com alguns truques. Vem conferir ;)


  1. Fórmula de sucesso: Beleza + Funcionalidade + Praticidade
  2. Conheça o espaço
  3. Analise as pessoas que utilizam o ambiente
  4. Opte por uma decoração funcional
  5. Utilize a pintura a seu favor
  6. Priorize e mantenha o essencial
  7. Aproveite o espaço vertical
  8. Escolha a decoração minimalista
  9. Evite apertar ou empilhar objetos no armário
  10. Observe a iluminação
Uma cozinha pequena precisa de truques e acessórios especiais para organizar e decorar de maneira a otimizar espaços, tornando a rotina mais ágil e prazerosa. Com os itens certo, nossas dicas certeiras e uma dose de criatividade, as boas experiências gastronômicas estão garantidas!


Está cansada de ver a cozinha se transformar em uma verdadeira ZONA DE GUERRA, com objetos entulhados nos armários? E quando você vai cozinhar bate aquela preguiça só de pensar na bagunça que vai ficar? Calma, nós demos um jeito. Confira essas 10 dicas rápidas para organizar e decorar uma cozinha pequena.
Não deixe esse conteúdo de ouro passar batido! Com alguns minutinhos,
você vai descobrir o passo a passo para deixar sua cozinha perfeita ♥

1. Fórmula de sucesso: Beleza + Funcionalidade + Praticidade

O principal erro na hora de projetar ambientes pequenos é pensar na decoração e organização priorizando somente a estética. É claro que todo mundo deseja uma cozinha linda e decorada, mas você precisa alinhar esse fator à funcionalidade e praticidade para realmente dar certo.



Pense se a disposição dos objetos é funcional para o seu dia-a-dia, afinal, decorar também significa criar um padrão organizado de maneira personalizada (ou seja, de acordo com a sua personalidade). De nada adianta, por exemplo, enfiar o liquidificador lá em cima do armário porque você deseja uma “decoração minimalista” se o utiliza todos os dias.
Isso sem falar que outro grande vilão nessa tarefa é o costume de arrumar, mas não organizar de fato. Sim, isso é possível: quantas vezes você já não deu aquela geral (só para deixar o ambiente rapidamente agradável antes da visita chegar, sabe?), arrumando em cima de arrumações anteriores, e acabou enfiando ainda mais coisa nos armários? A bagunça não foi resolvida, apenas deslocada para outro lugar :(
Por isso, você precisa realizar o ciclo completo da organização para só depois arrumar os itens no dia-a-dia, como uma tarefa complementar.


E claro que não podíamos deixar de pegar no seu pé: MANTENHA SOMENTE O NECESSÁRIO. Uma organização eficiente é aquela em que você consegue acomodar os objetos com folga, sem entulhar. Então já sabe: nada de ficar guardando aquele jogo de panelas que você não usa há anos. Você vai ver que organizar menos itens é bem mais fácil!

2. Conheça o espaço

Não se precipite ao ver móveis e itens em liquidação, pois nem sempre o produto é adequado para o seu espaço. Fazer o planejamento de acordo com as medidas vai evitar que você adquira itens que não cabem ou ocupam muito espaço, deixando sua cozinha ainda mais apertada.
Com as dimensões em mãos, você vai poder analisar melhor os modelos dos produtos que precisa.

3. Analise as pessoas que utilizam o ambiente

Pensar nas pessoas que utilizam o espaço na hora de escolher os móveis e objetos é primordial para chegar a respostas mais assertivas tanto na decoração quanto na organização - essa análise serve para todos os ambientes, mas principalmente para a cozinha, que é o coração da casa.
Identifique os hábitos de quem utiliza o cômodo com mais frequência para decidir desde a cor da parede até de que lado ficará a geladeira - e não esqueça de planejar o espaço de circulação.



4. Opte por uma decoração funcional

Como dissemos anteriormente, você pode olhar a decoração pela perspectiva de “criar um padrão organizado das coisas”. Então, mais que deixar o ambiente agradável e bonito, os itens de uma cozinha pequena precisam estritamente cumprir uma função na rotina de quem utilizará o espaço.
Sair da caixinha, se desprendendo dos padrões de cozinha, vai te ajudar a pensar numa decoração e organização personalizadas - ou seja, considerando seus hábitos e características pessoais em um processo de autoconhecimento.
Invista em soluções criativas de acordo com a sua personalidade: organizadores suspensos, kits para armário, prateleiras com itens à vista etc.





5. Utilize a pintura a seu favor

Acertar na cor da parede terá um impacto direto e muito relevante para a sua cozinha. A maioria das pessoas sabe, por exemplo, que o branco é a cor universal para quem deseja proporcionar uma sensação de amplitude, enquanto os tons coloridos tornam o ambiente mais caloroso.
Mas o que você precisa mesmo prestar atenção é nos locais em que a tinta será aplicada.
  1. Para obter bons resultados, escolha uma das opções abaixo.



AMPLIAR: aplique tons claros, como branco ou bege, tanto nas paredes quanto no teto para refletir mais luz e causar sensação de amplitude;
ALONGAR: aumente as linhas horizontais aplicando cores escuras nas paredes e cores claras no teto e no piso;
LEVANTAR: deixe o teto com um tom mais claro que as paredes para causar impressão de pé-direito mais alto;
ALARGAR: aplique tons escuros no teto e no fundo do ambiente, deixando as paredes laterais com tons claros. *Ideal para corredores.
  1. O que evitar



ESTREITAR: não pinte paredes opostas com tons escuros, deixando o fundo, teto e piso em tons claros;
REBAIXAR: pintar o teto com uma cor mais escura e manter todas as paredes claras vai deixar seu ambiente ainda menor;
ENCURTAR: paredes e fundo com tons mais escuros e paredes claras são utilizadas principalmente em ambientes retangulares;
COMPACTAR: evite pintar o teto e todas as paredes da mesma cor escura. *Proporciona sensação de aconchego em ambientes impessoais e grandes.

6. Priorize e mantenha o essencial

Mentalize: menos é mais! Você precisa praticar o desapego e manter somente o necessário para um ambiente organizado - se livre dos itens que você tem em excesso para garantir que tudo tenha um espaço reservado. Assim, você evitará a bagunça.
Se sua cozinha é pequena provavelmente sua família também possui poucos integrantes. Por isso, não há necessidade de lotar os armários com diversos pratos, talheres e copos.

7. Aproveite o espaço vertical

Lembra que, em um ambiente funcional, tudo tem que ter um porquê de estar? Você pode aproveitar o espaço vertical na cozinha por meio de barras e ganchos, que livram a bancada e deixam itens à mão. Além da praticidade, isso fará com que o ambiente ganhe profundidade.


Os kits da linha Cook Premium, por exemplo, foram projetados em diferentes combinações de cores e peças em aramado para quem não abre mão de uma cozinha prática e personalizada.
Apesar de ser versátil para montar como quiser, você pode ficar com dúvida na hora de escolher o kit mais adequado. Por isso, aí vai uma dica de ouro para guiar a sua descoberta: meça o espaço disponível para instalação e verifique os principais objetos que você utiliza próximo à pia (escorredores, temperos etc).


Dessa forma, você poderá escolher a combinação que melhor atende à sua necessidade ou mesmo montar uma própria, adquirindo as peças separadamente. O resultado é uma organização e decoração simples e charmosa.
Recomendações: as barras com gancho conquistaram o ♥ dos nossos clientes para integrar o famoso #CantinhoDoCafé. Instale a sua perto de uma cafeteira e pendure xícaras e canecas (peso máximo: 6 kg). ;)


8. Escolha a decoração minimalista

Proveniente de um movimento artístico e cultural dos anos 60, nos Estados Unidos e na Rússia, o conceito minimalista ganhou força no Brasil na década de 80. Desde então, o termo remete à ambientes contemporâneos, com poucos móveis.
E a tendência não para por aí: é preciso dar adeus ao excesso e ter mente que os objetos não servem para preencher espaço, mas para cumprir uma função. Aplique essa ideia na sua cozinha e veja a mágica acontecer! ♥



9. Evite apertar ou empilhar objetos no armário

Se você gosta da proposta de manter pouca informação à vista e deseja guardar o máximo de acessórios que puder, você precisa seguir algumas regras rígidas de organização para evitar o acúmulo.
Digamos que você nem tenha jogado as coisas dentro do armário, mas que tenha “organizado” em pilhas para caber. Vamos supor que ficou bonito, um pote em cima do outro. Mas e se a gente te contar que esse é um dos cinco maiores erros que todo mundo comete na cozinha?
Quando você precisar usar e estiver com pressa, por exemplo, essa organização provisória vai toda por água abaixo, afinal, para pegar um recipiente que está no fundo, você irá bagunçar todo o resto. Por isso, se você estiver mais objetos do que espaço disponível, faça uma análise crítica do que realmente é necessário e recorre a alternativas de organização, como os suportes para otimizar espaços.
Com alguns aramados, você conseguirá deixar tudo no devido lugar, aproveitando até os cantinhos e aumentando até 30% da capacidade de armazenamento que você tinha antes.

10. Observe a iluminação

A iluminação vem direcionada é capaz de transformar qualquer ambiente. Priorize que a luz se propague na sua cozinha e seja bem distribuída, a fim de proporcionar um clima confortável e livre.

Comentários