Black Friday: mudanças causadas pela pandemia antecipam preparativos e indicam interesse por home office

10 de novembro de 2020
Black Friday 2020 - Aramado.com
552
Views

Suporte para notebook na cama é um dos itens mais vendidos na pandemia: interesse por produtos para home office indicam mudança de comportamento

No fim de novembro, o comércio vai reformular a Black Friday. Em 2020, os preparativos ocorrem ao longo de todo o mês e os maiores crescimentos de buscas na internet indicam mudanças no comportamento do consumidor e influência da pandemia nas compras online.

O comportamento de compra online é um dos fatores que mais atraem os consumidores neste ano. “Se a gente imaginar que o e-commerce, que representava antes da pandemia 7% do total do negócio do varejo, hoje representa quase 13%, você tem um salto aí nunca visto antes em pouco tempo. Nós temos hoje 20% a mais de novos compradores online. É uma população que veio para dentro da internet de transação, que é o comércio online, que antes não existia”, afirma Gleidys Salvanha, diretora de negócios para o Varejo do Google Brasil, em entrevista ao Jornal Nacional na última segunda-feira (9).

Além de mostrar maior disposição dos consumidores em comprar pela internet, a pesquisa divulgada pela maior empresa de tecnologia no Brasil na última terça-feira (6) apresentou as tendências para a Black Friday 2020. Luz para reuniões virtuais, bicicleta e cadeira de escritório estão entre os mais clicados em relação a 2019.

Além do intenso tráfego de dados, aglomeração de pedidos e filas nas docas de despacho, a pandemia causou um aumento expressivo do interesse por itens para home office. O suporte para computador na cama foi um dos produtos mais vendidos durante a quarentena.

Esse desejo de consumo está associado às mudanças de rotina e às novas dinâmicas de trabalho. Desde que a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou situação de pandemia pelo coronavírus, em março, empresas de todos os setores se adaptaram ao isolamento social. Segundo o estudo realizado em junho de 2020 pelo ISE Business School, o trabalho remoto, que não era realidade para 51% das empresas brasileiras, é agora a situação de 52% das empresas nacionais e familiares e 74% das multinacionais, que fecharam fábricas e escritórios.

E não é só de ambientes e horários flexíveis que vive essa tendência. O trabalho remoto demanda foco, disciplina e organização para que o profissional possa exercer sua função sem sair de casa, além de cumprir metas sem supervisão constante e presencial. 

Entre as várias estratégias possíveis para a adaptação do home office, sobretudo em pouco espaço, a mesa de colo para notebook é uma solução funcional quando se trata de gastar pouco, já que não demanda um local específico para trabalho e tem a possibilidade de dobrar após o uso.

» Leia a matéria veiculada pelo Jornal Nacional na íntegra

Sobre a Aramado.com

A maior loja online de produtos para Organização e Decoração do Brasil lançou em 2020 a mesa de colo para notebook. Um dos itens mais vendidos do site, o suporte aramado é fabricado em aço termoplastificado e possui estrutura demonstrável, otimizando espaços.

Além da vantagem de guardar após o uso, o suporte para notebook também pode ser adaptado para destro ou canhoto, alterando basicamente o lado de montagem do produto.

O design é leve e prático e o produto para home office está disponível em cores clássicas. São duas opções para o aço: branco ou preto. Já a madeira do suporte para mouse pode ser escolhida entre branco, preto, castanho tannat e legno.

Categoria do post:
Dicas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.