#ManiaDeArrumação: os melhores conselhos de Marie Kondo


#ManiaDeArrumação: os melhores conselhos de Marie Kondo

Saiba os gatilhos para aplicar a verdadeira mágica da arrumação na sua casa e na sua vida

A japonesa Marie Kondo se tornou uma espécie de guru quando o assunto
é organização (Foto: Instagram @mariekondo / Divulgação)


A gente vive falando da japonesa Marie Kondo aqui em nosso blog, mas pra você que ainda não está por dentro do assunto, chegou a hora de conhecer essa mulher inspiradora de uma vez por todas. ♥
Sempre encantada pelos benefícios da arrumação, a especialista em organização pessoal desenvolveu o método KonMari, que se baseia em alegria e gratidão para colocar em ordem - e já escreveu quatro livros que venderam milhões de cópias em todo o mundo, sendo traduzidos para mais de 40 idiomas.
E como a Aramado.com também tem a missão de “levar alegria ao mundo por meio da ordem”, selecionamos e resumimos os melhores conselhos dados por ela para atualizar a sua organização:
*Aproveitamos também para esclarecer que, apesar de abordar os pontos de maneira resumida neste artigo, recomendamos que você leia os trabalhos de Marie Kondo para se aprofundar nos conceitos.

1. Categorize

O ponto de partida do método KonMari é separar os itens em categorias e subcategorias, facilitando a visualização de todos os itens semelhantes. O grande start, na verdade, ocorre quando você tira tudo do armário ou gaveta para reorganizar - essa é a hora de repensar as coisas que tem.
(Foto: Instagram/Reprodução)

2. Teste da Alegria

Depois de se deparar com uma imensa pilha categorizada, você deve focar em manter apenas aquilo que te traz alegria. Como fazer isso? Basta pegar cada peça nas mãos e decidir com sinceridade se aquilo te deixa feliz. Ao menor sinal de dúvida, descarte!
“Se não te faz feliz, precisa ir embora”
(E não se trata só da casa, não, viu? Pode trabalhar essa proposta também no seu interior)
Aliás, manter-se consistente é uma das regras fundamentais para garantir o sucesso desse passo importante. Deixe pra lá aquela ideia de que, em breve, usará isso ou aquilo se você não consegue sequer se lembrar da última vez que usou.
*A técnica de organização baseada em alegria de Marie Kondo está associada ao fato de que todo objeto deve ter sentido para a sua vida - e mesmo para aqueles itens com os quais não é possível estabelecer sentimento, ou seja, decidir se te traz felicidade, você pode pensá-los a partir de critérios de usabilidade ou praticidade: alguns produtos não causam nenhuma sensação, mas se mostram necessários para o seu dia-a-dia.
*Além disso, essa forma de organizar também pode ser encarada com um - longo e - intenso processo de racionalização do consumo: não somente na hora do descarte, mas fazer essa reflexão no momento da compra também pode evitar o acúmulo de itens que não farão sentido na sua vida em um futuro próximo. É a reeducação do consumo, numa lógica de frear as compras que têm caráter compensatório, são impulsivas ou trazem apenas prazer momentâneo. Em prol da qualidade de vida ;)

3. Agradeça!

Outro grande diferencial dessa metodologia está no descarte: não é porque uma peça não passou no teste da alegria e não fará mais parte da sua casa que ela não mereça ser tratada com carinho. A ideia é pensar nos objetos como se já tivessem cumprido uma missão, por isso, seja delicada na hora de direcioná-los para as sacolas de doações, revendas ou descarte.

4. Evite a nostalgia

É normal querer embarcar em uma viagem pelo túnel do tempo ao encarar milhares de objetos acumulados, mas tente manter a objetividade. O melhor a se fazer com peças que têm algum apego sentimental e não são mais úteis ainda é agradecer e descartar!
*Calma! Não é necessário se livrar de todos os seus pertences. A própria Marie Kondo recomenda separar um espaço para recordações, como fotos, cartões postais e outras lembranças que significam muito pra você.
A proposta é que você diga adeus ao passado para dar boas-vindas a um futuro repleto de alegria e novas vivências, em que você ficará cercado somente das coisas que te fazem feliz - e uma #organização de verdade começa por aqui.

5. Dobre do jeito certo

A forma como você dobra suas roupas tem um impacto direto no aproveitamento do espaço. A ideia abordada por Marie Kondo visa transformar as peças de roupas em pacotinhos que você consiga guardar lado a lado no armário para visualizar o todo. Dobre-as verticalmente, primeiro ao meio e depois em terços.

Manter as peças na vertical facilita sua visualização em gavetas e armários (Foto: Instagram/Reprodução)

6. Pendure em ordem crescente

Para criar um visual que acalma a mente, organize as roupas de maneira que as peças mais pesadas ou compridas, como os casacos, fiquem do lado esquerdo do armário e as mais leves do lado direito. Isso também serve para as cores, das mais escuras para as mais claras.
(Foto: Instagram/Reprodução)
(Foto: Instagram/Reprodução)
E pra você que amou essa história de KonMari e está buscando um forcinha extra para organizar a casa, a família ou até mesmo a vida, pode se preparar porque selecionamos as séries que estão em alta em 2019 para te influenciar.
Prepare a pipoca para esse encontro inspirador com as pessoas mais organizadas que já vimos. #Top5:

1. Ordem na Casa com Marie Kondo

(Foto: Instagram / Reprodução)
É claro que não poderíamos começar por outra. A série Ordem na Casa com Marie Kondo, que estreou em primeiro de janeiro deste ano na Netflix, não poderia ter vindo em melhor hora: na onda do começo do ano, a ideia de transformar a casa - e a vida - em um canal de gratidão e alegria se tornou um fenômeno.
Depois de assistir, temos certeza que você vai querer começar um novo ciclo, repleto de energias boas. E além dos spoilers que já temos aqui, você não vai se arrepender de embarcar nas temporadas da arrumação ;)

2. Santa Ajuda

(Foto: Divulgação)
Por ser produção 100% brasileira, você vai se identificar com as bagunças da série Santa Ajuda, do canal GNT. Durante os episódios, a personal organizer Micaela Góes traz resultados impressionantes ao colocar a mão na massa junto com os donos da bagunça - você vai descobrir várias dicas que podem ser aplicadas na sua própria casa.
E mesmo que você não tenha TV por assinatura, vale a pena dar uma pesquisada nos trechos do programa no YouTube. ;)

3. The Great Interior Designs Challenge

(Foto: Divulgação)
Já no formato de reality show, essa vai pra quem gosta de uma dose de adrenalina e emoção: os designers de interiores amadores são convidados para uma competição em que devem transformar cômodos com orçamento e tempo apertados. O programa é britânico, mas, no Brasil, já temos duas do total de quatro temporadas disponíveis na Netflix.

4. Decora

(Foto: Divulgação)
Já pensou sair de casa e, ao voltar, se deparar com um cômodo todo reformado? É o que acontece com os participantes da série Decora, também do canal GNT. O arquiteto Maurício Arruda promove melhorias na organização e, consequentemente, na vida das pessoas. Você vai se deliciar com 12 temporadas repletas de desafios e novidades.

5. Reforme na baixa, fature na alta

(Foto: Divulgação)
Outra produção original Netflix, essa série traz a parceria entre uma designer de interiores e um especialista em mercado imobiliário, que viajam juntos pelos Estados Unidos em busca de imóveis de aluguel que precisam de reforma. Com uma essência empreendedora, você vai encontrar resultados que são nada mais, nada menos que imóveis nada atrativos transformados em negócios bem lucrativos. #FicaADica.

Comentários