Jardim vertical: Como montar em casa

1 de novembro de 2021
Ambiente G 4
143
Views

Ter um ambiente para relaxar em casa é essencial, assim, o jardim vertical se apresenta como uma ótima opção para criar um espaço aconchegante e delicado em casa ou apartamentos pequenos.

Quando falamos de jardim vertical, as opções do mercado estão cada vez mais variadas e adaptadas à realidade da vida moderna. Com o tempo cada vez mais curto e o aumento da procura por espaços com mais segurança, a população passa a migrar – e a se adaptar – à vida em apartamentos.

Pensando nisso, e buscando manter a aproximação com a natureza, surge uma alternativa prática e versátil: o jardim vertical em casa. Ele funciona como uma espécie de estrutura que pode ser fixada em paredes para acomodação de plantas de modo prático e otimizando seu espaço.

Jardim Vertical
Insira plantas na decoração do quarto.

Plantas sempre tornam qualquer ambiente mais acolhedor. E não pense que um espaço repleto de verde é privilégio exclusivo das casas grandes. Sabendo como fazer um jardim vertical, você poderá conviver com plantas até mesmo em lares menores. 

Leia também: 9 dicas para a decoração com plantas

Além de charmosos, esses espaços demandam menos trabalho, sendo perfeitos para uma rotina atarefada. As opções para a construção de um jardim vertical em casa são inúmeras. Por isso, preparamos várias inspirações e dicas para lhe ajudar a criar o seu próprio jardim vertical em casa. 

Afinal, o que é um jardim vertical?

Podemos definir o jardim vertical como uma estrutura montada junto às paredes, na qual podem ser cultivados diversos tipos de vegetação, como plantas, flores e até mesmo frutas. Essa tendência começou a ser praticada há alguns anos nos Estados Unidos e na Europa, mas logo ganhou adeptos em todo o mundo. No Brasil, já são diversos projetos arquitetônicos que incluem os jardins verticais em sua organização e decoração.

A inspiração para os primeiros projetos veio dos jardins suspensos da Babilônia, uma das sete maravilhas do mundo antigo, que provavelmente foi construída no local onde hoje fica a cidade de Hillah, no Iraque.

Quais são as vantagens de ter um jardim vertical?

Kit Tela Decorativa Grande com Suportes para Vasos Aramada para Jardim Vertical
As telas decorativas para jardim vertical complementam a decoração.

Ter um jardim vertical em casa proporciona diversas vantagens para os moradores, principalmente nesses últimos tempos, que passamos mais tempo em nossas residências. Algumas dessas principais vantagens estão listadas a seguir:

Maximização de espaços

Os jardins verticais são uma ótima opção para quem deseja maximizar os espaços, sendo ideais para casas e apartamentos pequenos. Como as plantas ficam na parede, o ambiente pode ser explorado sem que a vegetação se torne um problema.

Melhora a qualidade do ar

As plantas limpam o ar de poluentes e deixam os ambientes mais frescos nos dias de calor. Logo, ao ter um jardim vertical em casa, o lar se tornará um local mais agradável e saudável para permanecer.

Facilidade para os cuidados

É fácil cuidar de um jardim vertical! Você não precisa ter uma grande quantidade de equipamentos de jardinagem ou conhecimentos aprofundados na área, por exemplo. Basta regar as plantas naturalmente e fazer a poda periodicamente, para manter tudo sempre bonito e agradável.

Benefícios de se ter um jardim vertical

LV160.45.2.2 LV230.19.2

O desejo de ter um maior contato com a natureza costuma ser o primeiro impulso para quem decide criar um jardim vertical. Um ambiente com plantas leva mais equilíbrio, alegria e positividade para o dia a dia e gera benefícios reais para a saúde, pois elas podem limpar as impurezas do local, melhorando a qualidade e umidade do ar e equilibrando a energia.

Além disso, uma parede com jardim vertical oferece à casa soluções como a melhora do isolamento térmico e acústico, sendo uma ótima opção para qualquer espaço, desde varandas e áreas externas até na decoração de sala de estar, escritórios, cozinha e sala de jantar.

Jardim vertical na varanda: para uma decoração natural e alegre

A quarentena fez as pessoas refletirem mais sobre o lado bom de ficar em casa. Por isso, projetos e renovações estão mais frequentes nesse período! E uma ideia que muitos colocam em prática é a do jardim vertical na varanda.

Nesse período de isolamento social que vivemos, ter um jardim vertical na varanda é excelente para aumentar o contato com a natureza. Como você também tem mais tempo para fazer trabalhos manuais, cuidar das plantas ainda pode ser uma ótima distração. O jardim vertical na varanda proporciona uma decoração natural e alegre para o seu lar. 

Por que a varanda é um bom lugar para ter um jardim vertical?

Amiente L 6

A varanda é um excelente local para você ter um jardim vertical. Isso se justifica pelo fato de que o espaço é aberto e arejado, possibilitando que as plantas cresçam de maneira mais saudável, já que terão contato com o sol e, em alguns casos, com a água da chuva.

Leia também: Varanda pequena: Dicas para decorar e organizar

Além do mais, a varanda é tida por muitos como o único local em que há contato com a rua e a natureza, principalmente quando se mora em apartamento. Logo, ter um jardim vertical ali poderá fazer com que a experiência de descansar ou realizar tarefas seja ainda mais prazerosa.

Quais são as espécies mais recomendadas para esse espaço?

Existem diversas espécies de plantas que podem ser utilizadas no seu jardim vertical na varanda. Vamos trazer alguns exemplos de plantas que sejam fáceis de serem cultivadas no seu espaço e estejam de acordo com as condições climáticas da sua região.

  • Lavanda: A lavanda pode ser usada em chás e receitas. Além disso, a tonalidade roxa ou rosada deixa os ambientes encantadores! Porém, é preciso garantir um solo calcário e deixá-la em um lugar que pegue bastante sol, para que cresça viçosa e saudável.
  • Colar-de-pérolas: Como o próprio nome sugere, o colar-de-pérolas tem pendentes que se assemelham às pérolas, mas na cor verde. A planta conta com a vantagem de se adaptar bem a diferentes temperaturas.
  • Jiboia: A jiboia também é uma planta bem interessante para o jardim vertical. Ela é verde e tem detalhes amarelos nas folhas. Além disso, é comum em todas as regiões do nosso país. Isso porque a folhagem se adapta a diferentes tipos de iluminação e não exige muita manutenção, já que tem um crescimento lento.
  • Lambari-roxo: Se você deseja forrar uma parede com um jardim vertical, mas sem usar somente o verde, o lambari-roxo pode ser uma excelente opção. A planta tem folhas verdes e flores roxas, criando um lindo contraste nos ambientes. É indicada para locais com bastante sol, mas também se adapta à meia-sombra.
  • Antúrio: Os antúrios são flores muito bonitas, geralmente na cor vermelha, que se adaptam bem a qualquer tipo de ambiente. Além disso, conseguem viver bem na sombra, sendo boas opções para varandas que não pegam muito sol durante o dia.
  • Samambaia: A tradicional samambaia é uma das plantas mais lembradas quando falamos em jardim vertical para varandas. Ela é volumosa e dá um aspecto bem natural para os ambientes urbanos.

Como montar um jardim vertical?

Instale prateleiras nas paredes do ambiente

Para aproveitar o espaço da varanda, você pode instalar prateleiras na parede, que servirão para acomodar os vasos de plantas. Se optar por folhagens como a samambaia, as folhas cobrem os vasos e criam um ar de unidade.

Amiente L 41

Faça combinações

Caso você queira ter um jardim vertical suspenso com vasinhos menores, isso também é possível. Nesse caso, recomendamos que sejam realizadas combinações com outros elementos do ambiente. Se você tem móveis, como estantes expansíveis, carrinhos multiuso e prateleiras, por exemplo, pode utilizá-los para compor a organização do ambiente. Assim, também toda a sua decoração terá a mesma proposta.

Escolha do local para o jardim vertical em casa

Para começar, pense bem onde ficará localizado o seu jardim vertical. O ideal é um espaço arejado e com iluminação solar indireta. As suas flores vão precisar de ar e luz para se desenvolver, e uma dica bacana é optar pela instalação do jardim vertical em casa em uma parede de cor clara, que contraste com seu jardim, evidenciando as plantinhas. O efeito ficará lindo!

Coloque sua personalidade em evidência!

O jardim vertical deve representar o clima da sua casa, por isso, o faça de acordo com a sua personalidade. Se você gosta de cores, aproveite para utilizá-las: um jardim alegre, além de enfeitar sua residência, trará boas vibrações e energias. Já se você prefere algo mais clássico, invista em cores neutras, que trarão sofisticação ao ambiente.

Pense bem em suas inspirações

Outra das ideias para um jardim pequeno e simples é pensar na sua inspiração favorita. Os jardins mais bonitos são aqueles que possuem uma atmosfera planejada com cuidado. Assim, cada detalhe, enfeite e até mesmo as plantas escolhidas devem dialogar, trabalhando para criar o clima desejado. Algumas das ideias mais bem-sucedidas para jardins pequenos são:

  • Jardim zen: É perfeito para aqueles que buscam relaxar. Alguns acessórios, como incensos e pequenas fontes, podem ajudar a construir a atmosfera desejada. 
  • Jardim oriental: Além de charmoso, é fácil de se pensar em um jardim oriental pequeno e delicado. Os bonsais são cheios de personalidade e ocupam pouco espaço, além de ser uma planta fácil de cuidar.
  • Jardim desértico: Os jardins desérticos exploram elementos como areia e rochas. Além disso, costumam utilizar plantas resistentes, como os cactos e as suculentas. São ótimos para lares sem muita luz ou jardineiros sem muito tempo para cuidar de suas plantas. 
  • Jardim tropical: As plantas tropicais são a cara do Brasil! Nosso país possui um enorme número de vegetais belos e exuberantes que se encaixam em diferentes ambientes. 

Escolha móveis funcionais para ajudar a compor a organização

Uma das melhores coisas de se ter um jardim vertical em casa é poder desfrutar bons momentos ao lado de suas plantas. Para isso, é importante ter móveis funcionais, como mesas, cadeiras, poltronas, carrinhos multiuso, prateleiras e estantes

Plantas para jardim: espécies e ideias para planejar um espaço verde

Existem muitas espécies de plantas para jardim que podem deixar sua área externa verde e perfeita para relaxar e desfrutar da natureza. Mas, para ter um espaço funcional e sempre belo, é importante levar em consideração as características das vegetações escolhidas, como necessidade de manutenção, resistência ao sol, à chuva, porte e tipo de cultivo.

Para ajudar você a escolher as espécies certas e ideais para seu espaço, confira uma seleção de plantas com aspectos em comum para compor o seu jardim e inspire-se com ideias magníficas para montar aquele cantinho verde que você sempre sonhou aí na sua casa:

Plantas para jardim resistentes ao sol

Para quem tem um espaço com muitas horas de sol, veja algumas sugestões de plantas que apreciam a luz solar direta e que vão ficar lindas no seu jardim:

  • Cactos: São plantas fáceis de cuidar e uma ótima opção para jardins de baixa manutenção. Conseguem armazenar água em quantidades muito maiores do que outras espécies e adoram receber a luminosidade direta do sol.
  • Suculentas: São plantas de clima desértico e, por isso, são resistentes ao sol e apreciam o calor. Existem milhares de espécies de suculentas e algumas cabem em qualquer lugar do jardim. Cultive em solo bem drenado e regue somente uma vez por semana.
  • Yucca: É uma espécie arbustiva utilizada como planta ornamental nos jardins, em canteiros ou vasos. É facilmente adaptável a diversos climas e bem resistente ao sol pleno. As regas devem ser espaçadas, para que o solo seja mantido seco na maior parte do tempo.
  • Árvore-do-viajante: É uma planta de aspecto escultural e folhagem ornamental em formato de leque. Uma espécie de sol pleno e resistente, inclusive, ao calor extremo. Pode ser cultivada isolada ou em grupos, mas precisa de espaço para se desenvolver.

Essas são algumas plantas que vão adorar receber a luminosidade do sol durante horas, então já pode separar um cantinho bem iluminado no seu jardim para recebê-las.

Plantas para jardim vertical em vasos

Para aproveitar muros ou paredes, é possível criar um jardim vertical com vasos. A seguir, você confere algumas sugestões de plantas pendentes que vão ficar um charme cultivadas dessa forma:

  • Peperômia: Uma folhagem pendente com aparência delicada e ideal para ser cultivada em cestos, jardineiras ou vasos suspensos. Deve ser colocada em locais de sombra ou meia sombra do jardim. As regas devem ser regulares.
  • Hera inglesa: Tem uma folhagem decorativa com formato recortado e pode ser cultivada como planta pendente em vasos ou jardins verticais. Pode ser colocada tanto em locais de pleno sol como de meia-sombra.
Categoria do post:
Dicas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *