Monte uma adega de vinhos em casa

16 de agosto de 2021
LV230.171 LV230.165 LV130
196
Views

Escolha a adega ideal para te auxiliar no armazenamento de vinhos em casa!

O vinho é uma das bebidas mais populares de todo o mundo, fazendo parte da sociedade e da economia de diversos povos. Toda sua concepção, desde o cultivo da vinha, até a criação de um rótulo demanda total atenção e cuidado. O que poucas pessoas sabem, no entanto, é que o condicionamento das garrafas também é essencial – é aí que entram as famosas adegas de vinhos.  

Um bom apaixonado por vinhos sabe que a melhor maneira de guardar suas garrafas em casa é contar com o auxílio de uma boa adega. Por não ocupar muito espaço no ambiente, adegas compactas podem ser a alternativa ideal para ter uma linda adega de vinho exposta em uma sala de jantar, por exemplo.

No entanto, como o vinho é uma bebida sensível, é essencial que o local da instalação das adegas de vinho sejam adequadas para manter a bebida com um sabor agradável e delicioso. Mas se você ainda não possui esse espaço para seus rótulos favoritos, que tal aprender, com dicas especiais, a montar uma adega de vinhos em casa de maneira simples?

O que é uma adega de vinhos?

Combo com 3 Garrafeiros Aramados para 60 Garrafas de Vinhos
Crie ambientes aconchegantes com as adegas aramadas para garrafas de vinhos.

Armazenar as bebidas em um local adequado é fundamental para preservar as características do vinho e não ocasionar as perdas sensoriais. Felizmente, uma boa adega de vinhos não fica reservada apenas às grandes vinícolas, sendo perfeitamente possível criar uma adega de vinhos em sua própria casa.

Uma adega de vinhos é um ambiente climaticamente controlado e perfeitamente adequado para armazenar os mais diversos estilos da bebida, seja com o objetivo de envelhecê-los ou apenas garantir que suas características sejam mantidas de maneira eficaz até o momento da degustação.

Embora normalmente as adegas de vinhos sejam reservadas às vinícolas, restaurantes ou lojas especializadas, nada impede que elas sejam construídas em casas de apreciadores de vinho ao redor do mundo, ainda que tenham proporções obviamente reduzidas, suas funções serão as mesmas.

LV230.171 LV230.165 LV130.355 LV230
Um cantinho bar para relaxar em casa!

As adegas de vinho podem ser feitas, simplesmente com o objetivo de armazenar as garrafas por um curto período, mantendo-as em uma temperatura ideal ou para guardá-las por longos anos. As adegas de vinho, por exemplo, levam a outros fatores importantes em consideração, como o controle da umidade, a incidência de luz e a vibração, que podem afetar negativamente os seus vinhos.

Leia também: Cantinho bar do seu jeito

Seu tamanho pode variar desde um pequeno espaço em um armário no cantinho da sala, ou para um cômodo inteiro reservado à construção da adega de vinhos – isso dependerá do espaço que você tem disponível e do seu entusiasmo para reservar ou colecionar exemplares.

Para que serve uma adega de vinhos?

LV230.335 LVC.3.130.245 LV230.09 LV130.356 LV230
Utilize a cozinha para criar um cantinho bar em casa.

Felizmente, técnicas antigas de armazenamento de vinhos foram aprimoradas e hoje em dia é possível armazenar garrafas em ambientes específicos, conhecidos como adegas de vinho. Alguns dos fatores que interferem diretamente na preservação dos vinhos são a temperatura, a umidade e a luminosidade. Esses pontos são devidamente controlados com as adegas de vinho, que proporcionam as condições perfeitas para que a bebida se mantenha perfeita por muito mais tempo e evolua de maneira harmoniosa.

Quais são os principais tipos de adegas?

LV230 2
Tire um momento para relaxar e desfrutar de um bom vinho.

O primeiro passo para compreender como montar uma adega em casa é saber um pouco sobre os seus principais tipos. Se você aprecia tomar uma taça de vinho, certamente chegou até aqui porque deseja incluir uma linda adega aramada na decoração da sua casa ou apartamento. Afinal, existem modelos compactos que se encaixam em diferentes projetos sem atrapalhar a circulação das pessoas em espaços pequenos.

Leia também: Monte uma adega de vinhos com garrafeiros

Depois que você já tem em mente a quantidade média de garrafas que deseja armazenar e o local em que deseja instalar o seu garrafeiro para vinhos, é possível mensurar o espaço disponível.

LV130
Aproveite a bancada da cozinha para inserir uma pequena adega!

Feito predominantemente em metal, os garrafeiros aramados vão dar forma à sua adega de vinhos em casa, aproveitando e integrando espaços com funcionalidade. Algumas opções possuem detalhes em madeira formatos criativos para criar uma atmosfera urbana e moderna.

Adegas de vinho compactas para qualquer cantinho do seu lar! 

Que você não precisa de muito espaço para montar sua adega de vinhos em casa, você já sabe. Mas, na verdade, é possível deixar a imaginação fluir e apostar em modelos bem divertidos para compor a sua decoração de um jeito único.

Instalar uma adega para vinhos é possível mesmo em um apartamento pequeno. Os modelos mais compactos, que podem ser colocados em racks, mesas, bancadas ou no chão, comportam 6 ou 9 garrafas e podem ser facilmente incorporados ao décor.

Leia também: Organização para apartamento pequeno 50m²

Adegas expansíveis para ampliar conforme sua necessidade 

Se o espaço não é problema para você, uma boa ideia é investir em adegas para vinhos versáteis, que possam ser ampliadas com o passar do tempo. Adicione novas unidades da adega aramada e transforme o layout da sua adega para vinhos! Existem combos com capacidade para armazenar até 180 garrafas de vinho, podendo ser ampliados.

Adega de parede para completar a decoração do seu lar

A adega de vinhos aramada de parede é uma ótima opção para quem deseja um produto sofisticado, prático e multifuncional. A estrutura em aço termoplastificado com porta taças também é uma solução leve e criativa para quem não tem muito espaço disponível e compõe um elemento visual interessante para diferentes ambientes.

Além disso, as linhas retas em madeira proporcionam um toque industrial e rústico à decoração. O material, em castanho tannat, por exemplo, remete aos tonéis de vinho e conferem um ar contemporâneo, repleto de referências. 

Adega passiva para armazenar vinhos

Esse tipo de adega de vinhos é um dos mais comuns, devido ao fato de não necessitar de muitas modernidades para funcionar adequadamente. Como o seu próprio nome já indica, a adega passiva funciona praticamente por si mesma, apenas com a sua própria estrutura.

Como principal representante desse gênero, podemos citar as tradicionais caves (termo derivado de caverna, em tradução livre) francesas. Essa adega de vinhos imita realmente a estrutura de uma caverna ou porão, sendo normalmente construída abaixo do nível da casa e com as condições adequadas de escuridão e umidade.

Adega termoelétrica para te auxiliar no armazenamento dos vinhos

Como seu próprio nome já indica, as adegas termoelétricas funcionam com uma tecnologia a mais do que as passivas. Ela é um exemplar da família das adegas climatizadas e utiliza a eletricidade para manter o interior do ambiente com as condições necessárias para preservar o vinho.

Como montar uma adega de vinhos em casa?

LV1300
Tenha praticidade para armazenar suas garrafas de vinho.

Colecionar vinhos pode ser um hobby e tanto, e armazená-los em uma bela adega pode ser ainda mais divertido. No entanto, antes de se deliciar com essa visão e com a posterior degustação dos vinhos de sua coleção, é necessário montar a adega ideal em sua casa, certo? 

Escolha o local adequado para instalar sua adega em casa

A escolha do local perfeito é o primeiro ponto que deve ser levado em consideração antes do início da criação de sua adega. As especificidades desse ambiente são muito democráticas e é possível escolher diversos locais para acomodar suas garrafas.

Se você detém uma grande coleção de vinhos ou pretende adquirir muitos exemplares da bebida, é possível escolher um cômodo específico para transformá-lo em uma adega. Ele pode ser próximo às principais áreas de sua casa ou mais afastado.

Por outro lado, o cantinho de uma parede de sua sala também funcionará tão bem quanto, caso o seu espaço seja restrito e as suas ambições sejam mais comedidas. Além disso, esse tipo de adega funciona como uma excelente decoração para qualquer ambiente.

Evite a trepidação exagerada

Qualquer alteração abrupta ou rápida, seja de temperatura ou de movimentação, pode danificar as garrafas e o seu conteúdo potencialmente permanente. Por isso, além de ficar muito atento aos diversos pontos que conversamos ao longo do texto, é essencial prestar atenção também na trepidação do local.

A estabilidade é um fator importante para garantir que nada de errado aconteça com seus vinhos e que eles se mantenham intactos por muitos anos. Trepidações, ainda que sejam aparentemente muito sutis, podem causar pequenas rachaduras que permitem a entrada de ar ou até mesmo podem fazer com que a sua garrafa quebre.

Outros problemas causados pela movimentação é a alteração da pressão interna da garrafa, especialmente quando associada a flutuações na temperatura. Esse tipo de acontecimento pode fazer com que a rolha seja empurrada para fora, estragando o conteúdo.

Fique de olho na iluminação necessária

Um dos fatores que pode influenciar negativamente na conservação dos vinhos é a iluminação. É por essa razão que as garrafas da maior parte das bebidas são escuras, com o objetivo de bloquear os raios luminosos. Mas afinal, por que razão isso acontece? Qual é a interferência que a luz causa no vinho?

De maneira simplificada, podemos afirmar que os raios luminosos causam, a longo prazo, alterações químicas na bebida que está no interior das garrafas. Essas mudanças fazem com que o sabor seja alterado, além de várias outras consequências que podem acarretar na perda completa do produto.

A luz, especialmente a luz solar, pode representar um problema em potencial para armazenamento em longo prazo. Os raios UV (ultravioletas) do sol podem degradar e envelhecer prematuramente o vinho, fazendo com que o conteúdo precise até mesmo ser descartado.

Por isso, é recomendado que o ambiente da adega de vinhos seja o mais escuro possível, sem a forte presença de luz, seja ela solar ou artificial. Obviamente é necessário iluminar a área para o seu manejo e limpeza (preferencialmente com lâmpadas fluorescentes), mas que preferencialmente não incidam diretamente nas garrafas, caso contrário deve ser apagada após os afazeres serem completados.

Não descuide da umidade

1350 1 1 2
Armazene de maneira correta suas garrafas de vinho em uma adega aramada.

Uma das partes mais importantes da embalagem do vinho é, sem dúvidas, a rolha que veda a garrafa. Infelizmente, essa ferramenta é muitas vezes afetada quando não há controle da umidade, sendo importante para garantir a integridade dessa peça tão delicada.

Por ser feita de cortiça, ou seja, a área mais externa do tronco de determinadas árvores, é necessário controlar a umidade de maneira adequada para evitar problemas em sua estrutura. Quando a umidade está muito alta, por exemplo, a rolha pode criar fungos que a danificam.

Já em casos de pouca umidade, o produto pode ficar extremamente seco e rachar, fazendo com que o oxigênio entre na garrafa e oxide o vinho que está em seu interior, prejudicando o produto, que pode até mesmo ser perdido definitivamente. Uma dica é sempre armazenar os vinhos na posição horizontal, para que a rolha se mantenha sempre umedecida.

De maneira geral, seus exemplares devem ser armazenados em uma umidade média de 70%. Apesar disso, níveis considerados seguros variam entre 50% e 80%, o que faz com que problemas relacionados a esse fator sejam muito incomuns. De toda maneira, é possível utilizar umidificadores caso você more em uma região muito seca.

Preste muita atenção à temperatura

Por fim, mas não menos importante, falaremos sobre a temperatura da adega de vinhos. Esse é, muito provavelmente, o fator mais relevante para a preservação, conservação e envelhecimento adequado dessa bebida tão delicada e, portanto, toda a atenção é pouca com esse ponto específico.

O calor é um dos maiores inimigos de uma bela garrafa de vinho. Temperaturas acima dos 21º C farão com que a sua bebida envelheça muito mais rapidamente, mas não da maneira que gostaríamos, e sim depreciando o produto. Por isso, o ideal é manter os vinhos em temperaturas que podem variar entre 12º e 16ºC, com uma pequena margem tanto para mais quanto para menos.

Por conta disso, as adegas são o melhor lugar para armazenar a sua coleção. Elas mantêm a temperatura em níveis considerados adequados para os vinhos, além de evitar a oscilação de temperatura, que pode ser tão nociva para os produtos quanto o calor, já que a variação pode fazer com que a rolha da garrafa seja empurrada para a fora graças à mudança de pressão interna.

Categoria do post:
Dicas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *